Carrinho

Cerque-se apenas do que te faz bem e dispense o que é negativo

Filtrar para ser feliz

Ao longo de nossa existência todos os dias interagimos com uma série de pessoas, objetos, estruturas, substâncias e outros agentes que influenciam diretamente sobre nossa existência. Precisamos nos atentar sobre a importância de sempre manter perto de nós coisas e pessoas que nos fazem bem, pois isso influencia diretamente para que vivamos uma vida muito mais feliz e cheia de realizações.

Dentre estes objetos e pessoas, alguns nos fazem muito bem, ao passo que outros podem fazer o contrário.

Por exemplo, estar perto de quem se gosta é uma coisa ótima, mas se esta pessoa não é recíproca em relação aos sentimentos que nutrimos, ela pode ser fonte de maus sentimentos para você.

É sempre importante colocar tudo – coisas e pessoas – em uma balança imaginária representada pela nossa vida: vale a pena manter perto de mim ou não?

Por mais que pareça óbvio, muitas pessoas sabem que determinados indivíduos ou ações lhe fazem mal, mas ainda assim não os abandonam. Como uma pessoa que vive um relacionamento amoroso abusivo – o que é algo bastante comum.

Muitas vezes, principalmente a mulher acaba sofrendo por anos e anos nas mãos de uma pessoa que só lhe causa mal e quase nenhum benefício. Quem fuma faz algo semelhante, pois sabe que o fumo faz mal, e ainda assim inala a fumaça do tabaco todos os dias.

Por mais ilógico que seja, pode ser muito difícil se desapegar do que nos faz mal, havendo consciência ou não dos malefícios.

Quando não se sabe do mal causado, a ignorância mantém a pessoa atrelada àquele hábito ou pessoa que lhe prejudica. Mas quando há conhecimento de todo o mal que a pessoa ou objeto faz, muitas outras razões podem influenciar direta e indiretamente sobre esta escolha errada em continuar a sofrer.

Desapegue-se

Para desapegar do que faz mal é necessário força. É preciso reconhecer a necessidade de se livrar daquilo e conseguir tomar a atitude de se tornar independente, também é necessário ter força para não sofrer recaídas e retornar ao que te faz mal.

Esta força pode, justamente, vir de quem ou do que te faz bem, que é onde você deve se apoiar:  amigos, família, namorado, namorada, esposo, esposa, filhos, livros, cachorros, filmes.

Apoie-se sempre no que faz bem ao seu corpo e à sua mente para que a sua vida seja sempre plenamente feliz.

Alimente-se bem, medite, faça atividades físicas, queime incensos, reserve um tempo para si mesmo e para sua família, leia, assista, se divirta. O mundo está aí para nós, e é possível ser feliz!

Mas antes de tudo, livre se do que está à sua volta que te faz mal. Acabe com hábitos não saudáveis, com a indisciplina, com pessoas que abusam de você, com a alimentação ruim, com o stress do trânsito, de tudo. Liberte-se!